A gordura no lugar certo!

por daniellehomem

Imagem

Em praticamente todas as refeições algum tipo de óleo, ou gordura, é consumido. Mesmo se não for adicionado algum óleo nos alimentos, mesmo assim algum ingrediente possui em sua constituição algum tipo óleo, ou gordura (ômega 3, ômega 6 são gorduras!)

Um conhecido meu há alguns anos atrás me disse assim: “se você colocou a comida na boca e for gostosa, cospe porque engorda!” 😀 Mas existe aquela pergunta que poucos sabem responder: Para que serve a gordura? Por que é tão gostosa?

Antes de responder, vou fazer outra pergunta: por que quando somos crianças gostamos absurdamente de doces e depois quando crescemos passamos a não gostar tanto assim de doce?

O conceito das 2 perguntas é o mesmo! O nosso corpo precisa de energia. Sem contar as outras necessidades do nosso organismo, mas comemos para viver! Para viver precisamos de muitos nutrientes, vitaminas, minerais e ENERGIA! Sem energia a casa fica escura certo?

O açúcar e o óleo ou gordura geram energia para o nosso corpo! Ambos são ricos em calorias, calorias são queimadas para gerar energia! O acúmulo excessivo de calorias gera o “armazenamento”, em outras palavras, o nosso corpo guarda essas fontes de energia para usar em uma outra ocasião, e então os pneus na barriga, na cintura, as gorduras nos braços, entre os órgãos do nosso corpo começam a surgir.

O açúcar é quebrado mais facilmente pelo nosso sistema, gerando aquela energia rápida! Crianças como ainda possuem o corpo em formação, precisam de algo rápido e simples de ser quebrado no processo digestivo para gerar energia, pois elas NÃO PARAM QUIETAS! Precisam de muita energia!

O óleo, as gorduras são “ingredientes” mais complexos, exigem mais do nosso corpo para serem quebrados para gerar energia, e o fígado entra nesse processo de quebra! Porisso os adultos, com um corpo formado são capazes de quebrar melhor a gordura como fonte de energia e assim não sentem tanta necessidade do açúcar, e sim de alimentos com óleo.

Quando combinamos alimentos doces com a gordura, por exemplo –  bolos, massas folhadas, sorvetes, pudim, pães doces, chocolate ao leite, entre outros – o nosso corpo quebra o que é mais fácil e rápido para gerar energia –> O AÇÚCAR <– e armazena as gorduras!

Porisso, para quem está afim de perder uns kilinhos aqui vai um conselho de amiga: NÃO COMA DOCE APÓS O ALMOÇO OU QUALQUER OUTRA REFEIÇÃO, (conselho de quem já foi acima do peso e já fez 1000 regimes diferentes) mesmo que seja uma pequena quantidade, pois acontecerá exatamente isso com o teu corpo. 1 bombom gera energia para todo um treino em uma academia… 1 bombom combinado com um almoço inteiro, o que você acha que vai acontecer com o restante de gorduras que foram consumidas antes do “1 bombom”?

Se sentir muita vontade de comer doce após a refeição, coma algumas amêndoas que a vontade vai embora. E lembre-se que levamos 21 dias para criar um hábito, então após esse período será mais fácil de resistir ao açúcar após as refeições.

Agora uma coisa muito importante: A gordura é extremamente importante para o cérebro! Não se engane pensando que cortando as gorduras de sua alimentação o corpo ficará mais saudável! MITO!

O nosso cérebro é composto em aproximadamente 60% de GORDURAS!

Pesquisas foram feitas e descobriram que depois da campanha ao combate ao colesterol (LDL) aumentou o índice de pessoas com doenças cerebrais degenerativas ao longo dos anos, como o mal de alzheimer e de parkinson e dementia.

-> O que as pessoas precisam saber, é que o problema não é a gordura saturada e sim a famosa gordura TRANS. Ela é uma gordura vegetal que endurece, se solidifica porisso tem a capacidade de bloquear os nossos vasos sanguíneos, gerando doenças cardíacas, derrame, diabetes 2, etc. e é responsável pelo aumento da gordura LDL (a gordura malvada que aumenta o nosso colesterol), e diminui a gordura boa HDL!

-> As vitaminas A, D, E e K são solúveis comente no óleo, ou seja, no processo digestivo o óleo é necessário para a absorção destas vitaminas, e é fundamental para outros processos digestivos.

As pessoas começaram a cortar os produtos com as gorduras sem saber para o que serve, e então o corpo ficou sem esse precioso ingrediente para a saúde!

As gorduras boas podem ser encontradas nestes ingredientes:

  • Abacate, azeite de oliva, óleo de coco, todo tipo de castanha CRUA, e todo óleo de castanha CRUA. 

–> Agora precisamos saber como usar essas gorduras!

  • Não faça o uso de qualquer tipo de castanha TORRADA e salgada! Por favor! As castanhas são ricas em gorduras, gorduras boas para o nosso corpo, porém quando são torradas, a gordura vira TRANS. Aí já era! A gordura boa foi danificada!
  • Use castanhas cruas, óleo de castanhas sem aquecer! Use em saladas, no pão, em patês frios…
  • Faça o uso de leite vegetal, sem aquecer! Fica uma delícia em Vitaminas.
  • Use o abacate, como já vimos essa fruta é uma bomba de vitaminas e fica maravilhosa combinada com outras frutas ou saladas e sanduíches.
  • AZEITE DE OLIVA! Use o extra virgin, quanto menor a acidez, melhor o azeite é! Ele tem propriedades anti-inflamatórias o que é ótimo para os nossos vasos sanguíneos e fica maravilhoso em saladas, no pão, em tudo!
  • Para cozinhar, recomenda-se o óleo de coco, pois é o óleo que menos é alterado quando aquecido.
  • Evite o óleo de canola e outros óleos para cozinhar (não falo do azeite nem o óleo de coco). Esses óleos são alterados quando aquecidos e vão prejudicar a tua saúde.
  • Evite frituras, comidas engorduradas, massas folhadas, chocolate, bolachinhas doces compradas no mercado, salgadinhos etc… além de possuírem a gordura trans, estão cheios de químicos e preservativos que NÃO NUTREM o teu corpo.
  • Use a semente de linhaça, a semente de girassol, chia, pois são ricas nas gorduras tipo ômega 3, e essas gorduras são essenciais para o nosso cérebro: ajuda a combater as doenças cardíacas, diabetes, depressão, doenças cerebrais degenerativas, câncer, artrite. Promovem a boa concentração, nível de energia do corpo, resistência à doenças como a gripe e o resfriado, ajuda na gravidez,  etc.
  • Para os não vegetarianos: use a manteiga ORGÂNICA, leite ORGÂNICO, iogurte natural e a gema do ovo ORGÂNICO. Mas use com parcimônia. Possuem também as gorduras boas e necessárias para o nosso corpo, mas é preciso muita atenção. Porque orgânico? Muitas das rações dadas às vacas como sabemos, não são boas, cheias de hormônios, e compostas de ingredientes que você não vai querer saber! Os produtos orgânicos, são extraídos das vacas que comem apenas o PASTO (o colonhão e outras iguarias do campo que elas amam!)
  • Procure não cozinhar com óleo.  Se for indispensável para o prato que está preparando, use um pouco de azeite ou o óleo de coco. Os outros óleos são alterados com o calor, e uma vez que alterados ao invés de nutrir, eles atrapalham a absorção de vitaminas e óleos essenciais para o nosso corpo.
  • Para combinar com as gorduras, use muita fibra, muita salada, tenha uma dieta balanceada; e fome, eu te garanto, você não vai sentir.
  • Saiba que as sobremesas que vão óleo e açúcar não alimentam, e estragam a tua saúde, deixando o corpo ácido.  São cheias de gorduras trans, prejudicam todo o processo digestivo, e sobrecarregam o teu fígado e o teu corpo, e estão cheias de toxinas.

No início podemos ficar chocados pois é comum usar em nossas cozinhas qualquer tipo de óleo, como o de soja, ou de girassol e canola. Nas propagandas de televisão eles falam muitas e muitas coisas e normalmente acreditamos…

Uma vez que a substituição é feita em nossas cozinhas, eu garanto que até o sabor dos alimentos fica melhor!

Tenha em mente que quando a posição de “cozinheiro(a)”  é assumido, a pessoa possui uma grande responsabilidade pela saúde da família, e ali pode sair a vida ou as doenças.

E aí, vai fazer da gordura o teu herói ou o vilão? 🙂

 

Imagem por “Ernie Schnell

Anúncios